parallax background

Como você lida com a falta de higiene de funcionários?

O dia em que o Rato mata o gato e os seus donos
Como se livrar do odor nas axilas o mais rápido possível

Como você lida com a falta de higiene de funcionários?

Quando alguém desenvolve um problema de higiene, como mau cheiro corporal, ou como popularmente dito sovaqueira ou cecê nas axilas, mau hálito ou geralmente se apresenta mal, isso pode afetar as pessoas ao seu redor, incluindo relacionamentos com clientes e colegas.

Resolver a falta de higiene pessoal entre seus funcionários pode ser complicado, simplesmente porque é muito pessoal e não está necessariamente relacionado à capacidade de uma pessoa para desenvolver o seu trabalho.

Se este fato for ignorado, pode causar uma divisão entre seus funcionários e até mesmo afastar os seus clientes em potencial prejudicando a imagem de sua instituição.

Até mesmo o COVID-19 pode ser facilmente transmitido com a falta de higiene pessoal, onde a Ponto Limpo Serviços segue controlado com o auxílio da Sanitização e Desinfecção de Ambientes, com produtos adequados para o controle ambiental, atuando contra vírus fungos e bactérias,

Em contribuição também fazemos a higienização de caixas d’água e reservatórios, assim como limpeza e conservação em geral, como uma empresa de meio ambiente seguimos atuando no controle de pragas urbanas estando atenta quanto a crise do Coronavírus.

Código de Conduta

Pense no tipo de imagem que você deseja retratar. Implementar uma Política de Código de Conduta para funcionários que oriente os funcionários sobre trajes de escritório, padrões esperados e incentive os gerentes a dar o exemplo.

Você também deve implementar políticas relacionadas ao bullying de funcionários para garantir que os funcionários saibam que quaisquer comentários depreciativos ou piadas contra o indivíduo que sofre de falta de higiene pessoal não serão tolerados.

No entanto, embora uma empresa possa definir claramente suas expectativas em seus manuais, se uma pessoa não estiver ciente do problema, a Política terá pouco efeito.

Purificando o ar

Se chegar a um ponto em que você precise resolver o problema diretamente, é essencial estabelecer se pode haver uma razão subjacente para o problema. Você deve fazer perguntas para estabelecer qual é a causa do problema.

Faça uma abordagem suave no início, com uma reunião para discutir o assunto informalmente. Esteja atento ao fato de que diferentes culturas têm diferentes normas e padrões de aparência, banho e vestimenta e diferenças nas tradições culinárias e alimentares.

Tente fazer disso uma questão de negócios, em vez de pessoal. Você pode dizer a eles que seu odor ou hálito podem ser ofensivos para clientes em potencial ou que em um espaço de escritório apertado piora o problema.

Ou talvez a higiene deles tenha feito um cliente solicitar um colega diferente. Também existe o potencial de prejudicar outros funcionários (como funcionárias grávidas), que podem ser colocados em risco devido à falta de higiene de alguém.

Você também pode gostar das seguintes matérias

Ao abordar o problema como uma preocupação comercial, parece menos um ataque pessoal e isso deve garantir que a confiança entre vocês permaneça intacta.

Os empregadores devem garantir que o funcionário não se sinta tão humilhado ou envergonhado a ponto de renunciar em resposta aos seus comentários e reivindicar demissão injusta construtiva.

E se for um problema médico?

Se o problema for médico, seu funcionário pode sofrer de uma deficiência. A má higiene pessoal pode ser um sintoma, ou devido ao funcionário não conseguir manter sua higiene – ambos os quais podem exigir ajustes razoáveis. 

Esses ajustes dependerão do que a empresa pode fazer razoavelmente, mas podem incluir o fornecimento de um ventilador; permitindo mais pausas para se refrescar; uma mudança / mudança de escritório ou permitir exceções a qualquer Política do Código de Conduta que você tenha aparente. 

Você pode pedir ao funcionário que consulte o médico para obter uma solução; ou consulte a Saúde Ocupacional para investigar possíveis ajustes.

Se o problema for de deficiência ou estiver vinculado a uma característica protegida, como sexo ou idade, os empregadores também devem ser cautelosos para evitar reclamações por assédio com base na falta de higiene. 

‘Piadas’, como deixar desodorante na mesa e qualquer outra conduta indesejada, podem ter o propósito ou efeito de violar a dignidade da vítima ou criar um ambiente degradante ou humilhante, deixando o empregador aberto a um pedido de vitimização.

A falha em lidar com tal comportamento de forma razoável também pode ser motivo para demissão injusta construtiva.

O Gerente e o Funcionário

Certa vez, um funcionário foi abordado de maneira natural, onde seu diretor se cheirou e perguntou para o funcionário se ele estava com mal cheiro, o funcionário se aproximou dele e disse não sentir nada.

Nesta hora o gerente de forma amigável disse, deixe-me cheira-lo e disse: acho que você esta com um problema, venha aqui que vou lhe ajudar.

Levou o funcionário que, aparentemente tinha um problema com o olfato, pois ele também disse não sentir o próprio cheiro, assim o gerente disse que já passou por isto e que chegou até a perder a sua namorada na época e, que isto poderia interferir também no trabalho dele.

O funcionário disse que, as vezes percebe que as pessoas se afastavam dele, mas ele não havia pensado que poderia ser por isto.

E o gerente disse: fique tranquilo que os procedimentos que fiz deram certo para mim e certamente dará certo para você também e, vou lhe ajudar diretamente conferindo se seu cheiro foi controlado.

Assim, ambos se tornaram até mais amigos do que eram na verdade, na verdade o gerente teve que trocar todos os uniformes do funcionário e ajuda-lo com suas roupas em uma lavanderia especializada.

Você também pode gostar das seguintes matérias

Para que esta matéria não fique muito grande, na próxima semana vamos ensinar como este gerente consegui curar o mal cheiro corporal de seu funcionário e quais os melhores recursos para esta finalidade.

Se precisar de ajuda ou assistência, entre em contato conosco através dos seguintes dados, pois a Ponto Limpo Serviços pode solucionar problemas de funcionários assim como no controle do meio ambiente, controlando pragas, sanitizando e higienizando ambientes e caixas d’água.

Ponto Limpo Serviços
Rua Florestina, 555, Araguari, MG
Fone 34 3242-2966 ☆ WhatsApp 34 98868-7168
www.pontolimpo.com .

Deixe uma resposta

×

Powered by WhatsApp Chat

× Como posso te ajudar?